Pages

9 de jul de 2015

Primeiros passos do Arthur!

Um comentário:
 


E depois de perceber que poderia parar de se arrastar feito uma cobrinha, Arthur deu sua primeira engatinhada - 8 meses e 2 semanas


E agora veja só quem tomou coragem de dar os primeiros passos sozinho!!! Esperou bem um feriado com o papai em casa para ter certeza de público para filmar, aplaudir e babar!! <3 - 1 ano e 1 semana


E aqui vão algumas dicas que achei válidas para estimular seu filhote nessa fase tão gostosa! (Fonte: Revista Crescer)

Incentive
Você pode, por exemplo, se colocar a um metro da criança e chamá-la. Ela irá se esforçar para chegar até você. Também pode ajudá-la a ficar em pé na ponta do sofá para que caminhe até a outra – onde você a espera. Usar brinquedos é outra dica. Afaste-os para que seu filho, aos poucos, tente pegá-los. 

Com as suas mãos

Eles adoram! Segure as duas mãozinhas do seu filho e vá caminhando junto com ele. Depois, segure apenas uma, até que ele se sinta seguro e você consiga soltar a outra. Tenha calma. Isso pode não acontecer na primeira vez. Segure a ansiedade! 

Não o assuste
OK. Dá até um frio na barriga de ver aquele bebê andando todo desengonçado a ponto de cair a qualquer momento. Mas a sua postura é fundamental para que ele não se assuste (isso pode até atrasar o tempo de ele andar). Se por acaso, cair para trás e bater a cabeça, socorra-o, mas sem (pelo menos mostrar para ele...) desespero. Então,conforte-o e observe se não fica sonolento ou vomita. Se perceber qualquer modificação no comportamento do seu filho, ligue para o médico. 

Calçado ideal? 
O melhor é deixar seu filho descalço. Além de dar mais aderência, ao sentir o chão, ele se sente mais seguro. Meias antiderrapantes também são boas opções, principalmente para os dias frios. Esqueça calçados duros demais. Opte por tênis molinhos, confortáveis e no tamanho certo. 

Sobre quinas, móveis e mais
Ao mesmo tempo que é uma delícia ver seu filho andar, nessa fase (que inclui o engatinhar) é preciso ficar atento com tudo o que estiver aos olhos dele. Uma toalha de mesa que pode puxar, quinas de móveis, escadas, objetos pequenos e pontiagudos e até móveis fáceis de virar. Com todas essas sugestões, vale reforçar: “Aproveite essa fase do andar. Aproveite todas as fases da criança, sem neura”, diz Edilson Forlin, ortopedista pediátrico do Hospital Pequeno Príncipe (PR)



Um comentário:

  1. Ai adorei conhecer seu blog, encontrei ele no site valor do meu site e resolvi dar uma olhada, super legal.
    pena que agora estou um pouquinho sem tempo pra ler todas ou quase todas as postagens.
    mas volto qualquer hora ;)
    Bom por enquanto eh so, parabens pelo bebezinho lindo, muito fofo, tambem tenho uma filha da idade dele rs e uma mais velha de 3 aninhos ee eh super divertido passar o tempo com elas


    beijos

    ResponderExcluir